Contato          Política de privacidade          Termos de uso

Olá, eu sou a Camila, tenho 29 anos e nesse post vou te revelar as duas atitudes importantíssimas que eu precisei tomar para esquecer meu ex amor depois “dele ter me feita de idiota”.

 

Isso mesmo!

 

Eu pensava que ele era minha única chance na vida de se sentir amada, mas agora ele se foi. Eu estava loucamente apaixonada. Foram dois anos de namoro.

 

Durante os últimos 12 meses, todos os finais de semana nós estávamos juntos. Raramente visitávamos nossas famílias ou amigos porque queríamos o máximo possível do tempo para nós. Tudo estava bem, de fato “perfeito”.

 

Meus pais já estavam esperando pelo nosso casamento, porque até na cabeça deles, eles achavam que ele era único para mim. E quando a vida parecia ser uma felicidade, então aconteceu o pior.

 

Nós terminamos…

O motivo?

(Respira fundo) Ele me traiu!

 

Fui traída, e agora?

 

Nunca que eu ia esperar por isso. De repente tudo mudou.

Depois disso eu me sentia como se alguém tivesse empurrando a solidão pela minha goela abaixo.

 

Até que conseguia conter esse sofrimento durante a semana, depois do meu expediente no escritório, ia para casa cansada, tomava uma banho, fazia a janta e ia dormir.

O que eu temia eram os finais de semana.

 

Eu preferia ficar trabalhando no escritório do que ficar deitada sozinha na minha cama olhando para o telhado e pensando nele.

De repente na próxima semana, até o ânimo que eu tinha de acordar de manhã para ir ao trabalho acabou.

 

Não sentia vontade de fazer mais nada, não comia, não saia… só queria ficar em casa deitada na cama.

Quase não tinha amigos porque já havia me distanciado deles antes de tudo isso acontecer.

 

Não falava com quase ninguém, só queria dormir, mas também, nem dormir estava conseguindo.

Ficava acordada e pensando: por quê? Por que comigo? O que eu fiz de errado?

 

Aqueles foram os momentos mais baixos da minha vida.

 

Em certos momentos eu me convencia de seguir em frente, mas voltava a pensar nele. Eu acordava no meio da noite e simplesmente não conseguia mais dormir.

Durante vários dias eu tinha que fazer um esforço para me alimentar para não cair de fraqueza. Eu perdi muito peso.

 

Eu ficava o dia todo tentando tirar o ex da minha cabeça, porque até as memórias dos bons momentos que passamos juntos estavam me fazendo sofrer. Eu queria que a dor e o sofrimento parassem. Mas isso não estava acontecendo.

 

Isto continuou não por alguns dias, mas por quase 6 meses. E então eu percebi que eu tinha que fazer uma escolha, caso contrário eu iria destruir a minha vida e “matar” meus pais de preocupação.

 

“Tudo na vida é uma questão de escolha e prioridades.”

 

Eu decidi que tinha que fazer uma escolha entre a minha vida, por um lado, e a esperança de tê-lo de volta no outro. Confie em mim, não foi uma decisão fácil.

Foi necessário muita determinação para tomar essa decisão e colocá-la em prática.

 

2 Atitudes importantes para superar o amor não correspondido

 

Como já mencionei, esta foi uma das coisas mais difíceis de fazer. O que quer que eu fizesse, as lembranças do meu ex sempre acabava voltando.

 

De alguma forma, eu tive que parar de pensar nele e isso se tornou meu alvo principal.

Então o primeiro passo que eu dei para esquecer meu ex foi que eu precisei fazer uma escolha entre a minha vida, por um lado, e a esperança de tê-lo de volta no outro.

 

E eu escolhi a minha vida, eu me escolhi em primeiro lugar.

 

E o que eu aprendi com essa escolha foi que se você ainda tiver dúvidas sobre se ainda pode haver uma chance de voltar… então você não será capaz de superar o fim desse relacionamento adequadamente.

 

Aceite que acabou e concentre-se em si mesma. A melhor maneira de mudar seu foco de algo (alguém que você quer esquecer), é canalizá-lo em algo que você pode amar com a mesma paixão. Concentre-se no que a maioria negligencia: em você mesma. A partir dai comecei a olhar para minha vida de uma nova maneira, de um novo ângulo.

Esse foi o primeiro e mais importante passo que dei para começar a esquecer meu ex.

 

O segundo passo foi perdoar.

 

O perdão é necessário. Às vezes, nós queremos nos manter ligado à pessoa e, para conseguir isso, acabamos criando um elo ruim de ligação: a mágoa. Se esse é o seu caso, o conselho é que você deixe de lado a mágoa e se livre de vez desse elo que liga você e o seu ex.

 

Perdoe e deixe com que a pessoa siga o caminho dela e, em contrapartida, siga o seu, “sozinha” e feliz. Ter essa imagem mental, de um caminho seguro e feliz, pode e muito ajudar a superar o término. Além do que, muitos especialistas pontuam que mágoa em excesso trazem doenças psicossomáticas que acabam se transformando em doenças realmente físicas.

 

E dando continuidade a esses primeiros passos, para esse post não ficar muito longo, eu quero compartilhar com você (caso realmente esteja decidida a esquecer seu Ex) um outro artigo onde será revelado o porque e as principais causas que ainda te faz prisioneira desse amor não correspondido.

 

Logo em seguida você terá acesso um plano único e comprovado que vai ajudar você a superar o doloroso fim desse  término.

 

Clique no botão abaixo!

Nosso site usa cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar navegando você concorda com a política de cookies.